Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Tecnologia em Design de Interiores

Publicado: Sexta, 04 de Maio de 2018, 13h54 | Última atualização em Quarta, 29 de Dezembro de 2021, 14h12 | Acessos: 13619

 

Sobre o Curso

O Curso Superior de Tecnologia em Design de Interiores foi implantado em 2018 no Campus Jacareí para possibilitar, por um lado, novos meios de empregabilidade, e, por outro, suprir uma demanda emergente junto a escritórios de arquitetura e design, construtoras, imobiliárias, lojas de mobiliário e decoração e outros. Insere-se fortemente na perspectiva de organização dos arranjos produtivos locais, enquanto importante mecanismo de estímulo na promoção do desenvolvimento regional.

 

Objetivo

O objetivo do curso é desenvolver uma atualizada formação profissional que permita compreender e traduzir necessidades e demandas dos indivíduos e grupos sociais contribuindo com suas habilidades técnicas e artísticas para melhoria da qualidade de vida; criar ambientes funcionais, seguros e compatíveis com as necessidades funcionais e cognitivas do usuário procurando desenvolver projetos com soluções agregadas de conforto ambiental, praticidade e beleza respondendo criativamente às demandas sociais e de mercado.

 

Perfil do egresso

Segundo o Catálogo Nacional dos Cursos Superiores de Tecnologia do MEC, o perfil do egresso em Tecnologia em Design de Interiores é um profissional que cria e desenvolve projetos de espaços internos, considerando fatores estéticos, simbólicos, ergonômicos, socioculturais e produtivos; realiza pesquisa de tendências; planeja, desenvolve e gerencia projetos de interiores com o uso de materiais e recursos sustentáveis; desenha, representa e expressa o projeto de interiores graficamente de forma bi e tridimensional; elabora maquetes e modelos volumétricos com uso de técnicas diferenciadas de expressão gráfica; avalia e emite parecer técnico em sua área de formação. Outrossim, pretende-se ainda ao Tecnólogo em Design de Interiores formado pelo IFSP uma formação omnilateral (trabalho-ciência-cultura), humana e cidadã, com qualificação laboral para o mundo do trabalho e capacidade de manter-se em constante desenvolvimento e atualização. Que possua um perfil profissional empreendedor e capacitado, crítico e participativo, sensível às demandas sócio-econômica-ambientais, ciente de seu papel enquanto sujeito histórico em conexão com a coletividade e o meio ambiente.

 

Área de atuação

A área de atuação abarca escritórios próprios ou não no âmbito do design de interiores ou em serviço associado - arquitetura, paisagismo, cenografia, lighting design e outras - e ainda em estabelecimentos comerciais especializados; por fim em escritórios e departamentos imobiliários, de construção e outros. Nesse sentido ressalta-se a crescente demanda vivida atualmente na Mesorregião do Vale do Paraíba Paulista por atividades ligadas projeto e venda de produtos de acabamento e design decorativo, se encaixando perfeitamente nas atribuições construídas no perfil profissional do egresso. Essa articulação de serviços demandados na área de arquitetura e DI constitui importante fonte de vantagens duradouras e de sinergia com os arranjos produtivos locais proporcionado desenvolvimento econômico, tecnológico, e inclusão social de forma sustentável.

 

Como ingressar?

Para acesso ao Curso Superior de Tecnologia em Design de Interiores o estudante deverá ter concluído o Ensino Médio ou equivalente. O ingresso ao curso será por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), de responsabilidade do MEC, e processos simplificados para vagas remanescentes, por meio de edital específico, a ser publicado pelo IFSP no endereço eletrônico da instituição. Outras formas de acesso previstas são: reopção de curso, transferência externa ou outras definidas pela organização didática do instituto.

 

Projeto Pedagógico e Matriz Curricular

O Curso Superior de Tecnologia em Design de Interiores está organizado em 6 semestres e possui carga horária mínima de 1850h (disciplinas obrigatórias, trabalho de conclusão de curso e atividades complementares).

 

Acesse o Projeto Pedagógico do Curso e a Matriz Curricular.

Coordenação do Curso

Coordenador:

Prof. Dra. Michele Caroline Bueno Ferrari Caixeta

Contato:

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

Acesse os planos e relatórios de gestão da coordenação do curso.

Corpo Docente

O corpo docente do curso é composto por mestres/mestras e doutores/doutoras com formações na área de arquitetura, artes, design de interiores e engenharias. Compete ao corpo docente construir o processo de ensino aprendizagem das disciplinas e apoiar os alunos e alunas nas iniciativas de ensino, pesquisa e extensão.

 

Conheça o quadro de docentes do curso.

Infraestrutura

As atividades de ensino, pesquisa e extensão do curso são desenvolvidas nos seguintes espaços: biblioteca, salas de aula, laboratórios de informática, laboratório de materiais e revestimentos, laboratório de desenho (pranchetário), maquetaria (atêlie) e laboratório de prototipagem (Lab IFMaker).

 

Veja fotos da infraestrutura do curso.

Pesquisa

No IFSP, a pesquisa aplicada colocada é desenvolvida através de grupos de trabalho nos quais pesquisadores e estudantes se organizam em torno de uma ou mais linhas de investigação. A participação discente dá-se através de Programas de Iniciação Científica. O curso possui um grupo de pesquisa intitulado Laboratório de Pesquisa em Design de Interiores.

 

O Laboratório de Pesquisa em Design de Interiores (LABDI) tem como meta contribuir para a construção e disseminação do conhecimento em teoria e projeto de Design de Interiores e suas interfaces interdisciplinares relacionadas com a concepção, produção e desempenho de ambientes. Entre seus objetivos maiores, destaca-se a reflexão acerca do desenvolvimento e aplicação de conceitos e metodologias para a conformação de projetos de design ambientalmente sustentáveis. O grupo é liderado pelos Professores Doutores Carlos Augusto da Costa Niemeyer e Michele Caroline Bueno Ferrari Caixeta, e é composto por professores efetivos com profícua experiência docente e profissional em distintas áreas temáticas que compõem o amplo leque de pesquisa e produção em Design de Interiores, bem como alunos de graduação (bolsistas/voluntários) e colaboradores, escolhidos por suas competências nos respectivos componentes disciplinares.

 

Acesse a área do LABDI no Diretório dos Grupos de Pesquisa no Brasil – Lattes.

Conheça também os projetos de pesquisa desenvolvidos pelo corpo docente e discente.

Extensão

A Extensão é um processo educativo, cultural e científico que, articulado ao ensino e à pesquisa, possibilita a relação transformadora entre o IFSP e a comunidade. Engloba ações culturais, artísticas, desportivas, científicas e tecnológicas que envolvam a comunidades interna e externa. Nas ações de extensão a sociedade é beneficiada através da aplicação dos conhecimentos dos docentes, discentes e técnicos-administrativos e a comunidade acadêmica adquire novos conhecimentos para a constante avaliação e fortalecimento do ensino e da pesquisa.

 

Devem-se considerar, portanto, a inclusão social e a promoção do desenvolvimento regional sustentável como tarefas centrais a serem cumpridas, atentando para a diversidade cultural e defesa do meio ambiente, promovendo a interação entre o saber acadêmico e o popular. São exemplos de atividades de extensão no CST em Design de Interiores: eventos, palestras, cursos, projetos, encontros, visitas técnicas, entre outros.

 

Os resumos das ações de extensão desenvolvidas no curso podem ser encontrados aqui.

Atividades Complementares

As Atividades Complementares (ACs) são uma complementação formativa obrigatória e regulamentada no curso com carga horária mínima de 50h. Têm a finalidade de enriquecer o processo de aprendizagem privilegiando o aperfeiçoamento profissional do aluno e visam estimular a prática de estudos independentes, transversais e interdisciplinares.

 

As ACs devem possuir relação com os conteúdos dos componentes curriculares, interdisciplinaridade, desafio intelectual, experiência vivencial e diálogo com o perfil do egresso e com o mundo do trabalho.

 

Acesse o regulamento e os formulários das Atividades Complementares.

Trabalho De Conclusão De Curso

O Trabalho de Conclusão de Curso é uma atividade obrigatória, determinada em matriz curricular constante do Projeto Pedagógico do Curso com carga horária de 66,7h, a ser desenvolvida individualmente. O TCC consolida os conhecimentos construídos pelo estudante ao longo do curso, demonstrando sua capacidade de identificação, análise e resolução de questões técnicas e de pesquisa, desenvolvendo e aprimorando a aplicação de saberes necessários para a boa prática profissional, mantendo, portanto, correlação direta com os objetivos formativos do curso. O estudante disporá de carga horária de orientação e de carga horária destinada a elaborar a produção acadêmica correspondente.

 

Conheça o regulamento dos Trabalhos de Conclusão de Curso.

Estágio Supervisionado

O Estágio Supervisionado é uma atividade optativa e regulamentada no curso. Para realização do Estágio Supervisionado, deve ser observado o Regulamento de Estágio do IFSP, Portaria nº. 1204, de 11 de maio de 2011, elaborada em conformidade com a Lei do Estágio (Nº 11.788/2008), dentre outras normativas e legislações para sistematizar o processo de implantação, oferta e supervisão deste.

 

Caso opte em fazer estágio, seu cumprimento deverá resguardar correspondência com os conhecimentos teórico-práticos adquiridos no curso e cumprir uma carga horária total mínima de 300 (trezentas) horas, podendo iniciá-lo a partir do terceiro semestre letivo.

 

Conheça o regulamento de orientação de estágio curricular supervisionado do CST em Design de Interiores.

O processo de estágios é operacionalizado pela Coordenação de Extensão do campus. Mais informações sobre estágios podem ser encontradas aqui.

 

Fim do conteúdo da página